O estudo de localização é diferente quando se trata de comércio e serviço ou de indústria.
O negócio de comércio ou serviço deve ser estabelecido em lugar com facilidade de acesso, circulação e estacionamento.

Uma indústria deve ser localizada próxima ao fornecedor e ao mercado principal.

Conheça as diferenças para localização de comércio e de indústria.

A escolha do local e o espaço físico onde se pretende instalar o negócio é uma decisão muito importante para o sucesso do empreendimento.

O estudo de localização é diferente quando se trata de comércio e serviço ou de indústria.

Comércio e serviço

Para a escolha do local, os seguintes aspectos devem ser considerados:

– Se o atendimento ao cliente ocorre no próprio estabelecimento;

– Se o cliente é atendido fora do estabelecimento, seja em sua residência, escritório ou outro local;

– Se o empreendimento precisa ficar em local aberto para acesso direto do público;

– Quais os recursos financeiros disponíveis para investimento inicial;

– Qual o tipo de serviço a ser prestado ou a linha de produto a ser comercializada;

– Qual o processo operacional do negócio, principalmente relacionado à armazenagem, ao transporte, à manipulação de produtos, etc.;

– Concorrência;

– Potencial do mercado;

– Hhábitos e costumes do cliente;

– Infraestrutura local (oferta de serviços públicos de transporte, segurança, limpeza, entre outros);

– Disponibilidade de mão de obra na região;

– Facilidade de acesso, circulação e estacionamento;

– Fluxo de tráfego e sentido direcional da via.

Indústria

O empreendedor que pretende iniciar um negócio industrial deve levar em conta os seguintes aspectos:

– Proximidade ou acesso fácil ao fornecedor da matéria-prima principal;

– Proximidade do mercado principal (menor custo de transporte);

– Disponibilidade de mão de obra (quanto mais especializada a indústria, maior a exigência de pessoal qualificado ou especializado);

– Infraestrutura local (oferta de serviços públicos de energia elétrica, transporte, segurança e limpeza, entre outros);

– Verificar se a região oferece incentivos econômicos e fiscais;

– Condições ambientais da região (clima, temperatura, períodos e intensidade das chuvas e umidade, entre outros) compatíveis com o que se pretende produzir;

– Legislação urbana sobre uso do solo (permissão para indústria).

Aspectos comuns a serem observados

Mesmo com esses cuidados específicos, existem alguns pontos a serem observados para ambos os casos. São eles:

– se o local é legalmente compatível, conforme legislação de zoneamento urbano do município ou do estado;

– a análise da documentação do imóvel, em caso de aluguel;

– a preparação da documentação do imóvel (IPTU, registro de propriedade ou contrato de locação);

– a solicitação ou verificação das licenças de funcionamento (Licença Prévia de Funcionamento e Vigilância Sanitária, Licença Ambiental, Vistoria do – Corpo de Bombeiros e outras necessárias).

Onde consultar

– Prefeitura local
– Licença Prévia de Funcionamento e Vigilância Sanitária e IPTU do Imóvel
– Cartório de Registro de Imóveis
– Órgão ambiental local
– Licença ambiental
– Corpo de Bombeiros
– Vistoria e observância às normas de segurança (obrigatórias para todas as empresas)
– Secretaria de Saúde
– Licença sanitária para empresas específicas
– Secretaria da Agricultura
– Licença sanitária para empresas específicas
Fonte: Sebrae Nacional

Para informações complementares consulte Grupo Mary Assessoria Contábil